Bicarbonato de sódio, o suplemento barato que ninguém oferece

Bicarbonato de sódio o suplemento barato que ninguém pferece

Bicarbonato de sódio é o suplemento “bbb”: bom, bonito e barato. Aliás, muito mais em conta do que vários suplementos que vão te oferecer e com efeito ergogênico comprovado. Assim como a creatina, o bicarbonato sofreu alguns preconceitos, mas nada que tire seu lugar de destaque para esportes de explosão (sprint), com atividades repetitivas ou até mesmo nos treinos de fundo. Não se engane: quando falamos bicarbonato de sódio, falamos daquele mesmo usado nas receitas da vovó e que pode branquear seus dentes.

Uma enxurrada de argumentos eram usados contra o “bica”. Por ser “de sódio”, houve especulação sobre aumentar a pressão arterial de quem usa. Um dossiê do governo belga mostrou que apenas 28% do sódio do bicarbonato é absorvido e que, ainda assim, o absorvido não é encontrado no sangue. Logo, o sódio do bicarbonato não aumenta a pressão arterial como o cloreto de sódio (NaCl), proveniente do sal de cozinha.

Outro argumento contra: o uso de bicarbonato aumenta o lactato no sangue. Sim, isso realmente acontece, mas antes que você associe lactato com fadiga muscular, eu vou te contar uma novidade. Os íons hidrogênio liberados quando há acidose muscular é que são os reais vilões da fadiga muscular. E o que o bicarbonato faz? Ele se combina a esses íons e tampona a acidose, removendo o excesso de hidrogênio e evitando a fadiga muscular.

Em termos esportivos o que isso significa? No esporte de alto rendimento, já foi demonstrado que o bicarbonato melhora a performance, pois os atletas conseguem trabalhar mais tempo em intensidades altas até a fadiga. Tanto no endurance quanto em provas curtas ou repetitivas, ou seja, a mesma prova várias vezes ao dia ou em dias seguidos, cujo tempo de recuperação é curto.

E quem procura hipertrofia, o bicarbonato também é uma alternativa de suplementação. Um estudo recente com uso pré-treino de bicarbonato sozinho, num grupo de homens que já treinam força, houve aumento da tolerância a treinos mais pesados e com mais volume. Quando associamos bicarbonato à creatina como pré-treino, existe um sinergismo entre as substâncias, que levou a um aumento relativo da potência entre os estudados e aumento da potência quando comparado com o grupo controle. É possível que o bicarbonato aumente a captação da creatina pelo músculo e evite a quebra da molécula, disponibilizando mais creatina para utilização.

Além disso, pessoas com obesidade ou sobrepeso, adeptas da dieta ocidental com muita junkfood, apresentam uma acidose crônica, atrapalhando a perda de peso e o ganho de massa muscular. O bicarbonato surge como uma opção muito interessante para alcalinizar e tamponar essa acidose. Opção é a palavra, pois antes de achar que o bicarbonato é a nova pílula do emagrecimento, a alimentação deve ser mudada e mais legumes e vegetais crus devem ser consumidos. E, obviamente, a junkfood deve ser cortada!

Resumo da ópera: se você é um atleta de sprint, ou triatleta, ou praticante de treino intervalado de alta intensidade (famoso HIIT) ou adepto do treino de força pesado, o bicarbonato se encaixa como suplemento. O cuidado no uso é a dose, pois quando usado em excesso desagradáveis efeitos gastrointestinais podem ocorrer. Ou até mesmo se você só quer mais uma ajuda para perder gordura corporal… Não falei que o bicarbonato era “bbb”?

ATUALIZAÇÃO(dezembro 2016): veja o vídeo com mais novidades sobre o bicarbonato ou leia o novo artigo na íntegra.